OBJETIVOS DO TRATAMENTO

TRANSPLANTE INTESTINAL

Embora a nutrição parenteral total (NPT) seja o manejo primário para SIC-FI, reserva-se o transplante intestinal para pessoas que não conseguem um tratamento adequado através da NPT. No Brasil, o transplante intestinal é realizado apenas em alguns hospitais, e é um procedimento que depende de autorização.1

O transplante intestinal é um tratamento que salva vidas e é usado em pessoas com NPT que desenvolvem complicações sérias, tais como doenças hepáticas. De acordo com as recomendações de orientação feitas pela sociedade médica de especialistas ESPEN, também se pode recomendá-lo para pacientes que estejam sofrendo malnutrição e desidratação, mesmo quando estão sendo tratados com NPT.2

As diretrizes da ESPEN recomendam transplante apenas em pacientes com altos riscos de morbidade e mortalidade. Portanto, as taxas de mortalidade precisam ser refletidas de forma justa nesse contexto.2

 

REVERSÃO DA FALÊNCIA INTESTINAL

O principal objetivo do tratamento da SIC-FI é otimizar a absorção de nutrientes prejudicada na doença, promovendo a reabilitação intestinal e também diminuir o impacto da dependência da NPT.2

A reversão da SIC-FI poderia ser realidade para até metade das pessoas com SIC-FI, dependendo das características subjacentes de sua doença. Uma FI crônica em pessoas com SIC-FI pode ser revertida através de alterações estruturais e funcionais no intestino remanescente, como resultado de tratamentos médicos e cirúrgicos.2

No entanto, é relativamente improvável que uma independência completa de NPT em pessoas com SIC-FI ocorra após terem se passado 2-3 anos desde a ressecção intestinal mais recente.1

AVANÇOS NA SIC-FI

Há necessidade de tratamentos de SIC-FI que melhorem a capacidade de o intestino remanescente absorver nutrientes e que tenham a possibilidade de interromper a dependência, parcial ou completamente, do tratamento com NPT.2–4 Neste sentido, são realizadas pesquisas substanciais sobre a SIC-FI para proporcionar tratamentos que possam auxiliar a aumentar a expectativa de vida, reduzir as complicações associadas ao NPT e maximizar a qualidade de vida.3–4

Novos tratamentos tem sido desenvolvidos para ajudar a melhorar a função de absorção intestinal, objetivando permitir que as pessoas com SIC-FI possam ficar menos dependentes da NPT.2–5,6,7

 

 

 

 

 

 

Fale com seu médico para avaliar o melhor tratamento da condição associada à SIC-FI.

 

 

Data de preparação: Novembro de 2020. VV-MEDMAT-24959